Caderno Artesanal Luisa Mahin

R$40,00

  • Caderno artesanal

    Arte: @mariarosa.art

  • Caderno artesanal com costura copta.
  • Capa dura com arte autoral
  • Papel Pólen Bold 90g
  • 140 páginas
  • Divisórias e lombada colorida
  • Acabamento com elástico e laminação na capa frontal
     

O papel 90g é mais encorpado, permitindo o uso de caneta nanquim e canetinha.

Luisa Mahin

Luísa Mahin, foi uma africana erradicada no Brasil, mãe de Luís Gama, conhecido como o “Libertador de Escravos”, esteve envolvida na articulação de todas as revoltas e levantes de escravos que sacudiram a então Província da Bahia nas primeiras décadas do século XIX. Membro do povo Mahi, de onde vem seu sobrenome, Luísa Mahin comprou sua alforria em 1812.

Livre, tornou-se quituteira em Salvador. De seu tabuleiro, eram distribuídas as mensagens em árabe, através dos meninos que pretensamente com ela adquiriam quitutes, levando a comunicação entre os levantes. Desse modo, esteve envolvida na Revolta dos Malês (1835) e na Sabinada (1837-1838).

Seu fim é incerto. Depois de descoberta fugiu para o Rio de Janeiro e de lá, depois de ser descoberta novamente existem duas histórias. Uma conta que ela foi deportada pra Angola, seu país de origem, e outra conta que foi para o Maranhão e lá, por influência dela foi criado o tambor de crioula.

ocê pode conhecer outras mulheres maravilhosas clicando aqui em MULHERES GUERREIRAS.

 

Prazo para produção: 6 dias úteis (contando a partir do registro de pagamento concluído) + prazo dos correios

* A cor do elástico/Wire-o/capa verso/divisória será de acordo com a arte da capa frontal, não tendo nenhuma cor determinante.

 

 

Produtos com a mesma arte:

PLANNER DIÁRIO   .     PLANNER SEMANAL    .     SKETCHBOOK ARTESANAL    .    PÔSTER  .   PLANNER FINANCEIRO   .   PLANNER DO EMPREENDIMENTO   .   CADERNETA

Frete grátis

Frete grátis para compras com valor acima de R$315,00.